sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Marketing para Bobo da Corte

Comerciais engraçados. Cores vivas e alegres, traços fortes. Propagandas ousadas que mostrem uma maneira leve e criativa de ver o mundo. Atividades interativas, imprevisíveis e inesperadas.
As pessoas deste arquétipo tem uma tendência grande a serem impulsivas, então mostrar um produto "super legal" com uma boa apresentação tem grandes chances de fazer com que ela compre na hora. Não é uma pessoa que se foca em comprar o "útil". Ela compra, mas se no caminho aparece algo bem legal, muda o foco sem dor na consciência.
Como tb são focados no momento presente - viver o aqui e agora - é mais importante mostrar como isso será legal agora do que mostrar os benefícios do produtos a longo prazo.
O melhor modo de desenvolver essas estratégias de mkt e deixar a equipe de mkt se divertir. Qto mais livre a equipe for, melhores serão as ideias.

O Bobo da Corte é um arquétipo promissor para ser a identidade da sua empresa se a sua marca:
Ajuda as pessoas a se divertirem.
Tem preço moderado.
É desinibida
Precisa se diferenciar de alguma marca estabelecida que tenha presunção e excesso de autoconfiança.

Recomendo olhar o site da Bem & Jerry's, marca de sorvetes totalmente voltada para este arquétipo.


Organizações do Bobo da Corte

Particularmente é meu sonho de consumo trabalhar numa empresa com este perfil. Nas organizações do Bobo da Corte, a diversão se confunde com o trabalho. Não é para qq um. Quem trabalha nestes lugares precisa gostar de liberdade, mas não se perder na brincadeira e esquecer do trabalho. E os gestores precisam ter confiar nas pessoas que estão brincando agora, mas vão terminar seus trabalhos. As mais famosas são:

Google. Desde o logotipo colorido e os doodles  animados, o ambiente geográfico e o clima no trabalho, tudo mostra a presença deste arquétipo. E não é à toa que o Google se tornou o gigante que é. Não tem como ter ideias realmente inovadoras com repressão.
Google

Yahoo! Sonoridade do nome já é divertido. Cores, tipografia, exclamação no final, todas são características do Bobo da Corte. E olha só o visual do lugar!
Yahoo!



Outros cases para dar inveja:
Fábrica californiana  Patagonia fecha para seu pessoal ir à praia em dias mtos ensolarados. Mas qdo precisam fazer hora extra até tarde, todo mundo fica. Bom o mundo assim né! Claro que os produtos oferecidos ajudam as pessoas a se divertirem. 

Sede da Burguer King em Miami tem espaço para recreação com pista de skate, mesa de sinuca, e quadra de basquete. Tb oferece beliches e chuveiros, assim o pessoal alterna entre trabalhar e se divertir qdo os projetos estão com prazos apertados.

O bobo ajuda a promover a inovação nas organizações quebrando as categorias tradicionais de pensamento. Um estudo dividiu em grupos pessoas de vários arquétipos para fazer um brainstorm para gerar ideias para melhorar a vida das pessoas de um hospital de câncer.
As melhores ideias foram as das pessoas com arquétipos do Bobo, de que os pacientes não deveriam perder seu tempo nas salas de espera qdo o mêdico está atrasado, ou qdo os exames demoram para sair. A ideia foi dar um bip ao paciente e deixá-lo passear. Ele seria avisado qdo fosse realmente a hora de voltar ao hospital.

Skol Litrão e Beto Barbosa

Comercial da Pepsi sacaneando a Coca

Marcas

Várias marcas de comida estão neste arquétipo, mas somente as comidinhas que não são saudáveis. É uma ótima estratégia, já que não pode-se dizer "coma, é saudável", o caminho é falar "coma, é divertido, é legal".
Funciona com todas as idades, especialmente com crianças e adolescentes que estão mais dispostos a trocar o brócolis pela batata frita.
Chiclets
Ruffles


Pepsi
Olha a situação da Pepsi, ela precisava encontrar um posicionamento para concorrer com nada menos que a Coca Cola. E o que vc faz qdo tem que concorrer com uma marca estabelecida, forte, com arquétipo do Inocente, que é politicamente correto, (tanto quanto pode ser), que tem a missão de espalhar alegria e esperança (missão da Coca Cola). Você literalmente começa a "zuar" a outra marca.
É como na vida, se vc quer conquistar alguém e o seu concorrente é todo bonitinho, certinho, bem sucedido e vc não é nada disso...a alternativa é zuar a pessoa! Mostrar como o certinho pode ser mala.
Resumindo, ela debocha da presunção da marca estabelecida.
O vídeo postado acima é de 2010, e é ótimo! Mostra a Pepsi trollando a Coca. Abaixo temos a imagem das duas marcas nas redes sociais.
Pepsi

Coca-Cola


Skol tb é uma marca do Bobo da Corte. As propagandas mostram um clima de descontração e diversão. A ideia é tomar várias! Bem diferente do posicionamento das cervejas artesanais, onde a ideia é degustar e apreciar o sabor da cerveja.
Tb tem um link acima da propaganda da Skol Litrão.

Havaianas é outra marca menos debochada, mas segue este posicionamento, pq um chinelo não é algo sério. Vc só vai trabalhar de chinelo, se trabalhar em um lugar bem descontraído (ou se machucou o pé).
Os filmes publicitários que a marca tem feito não são com palhaçadas, como a Skol, mas são divertidos, leves e mostram artistas famosos em situações casuais.


Bombril ficou anos com o mesmo garoto-propaganda sacaneando as outras marcas concorrentes e mostrando a limpeza de uma forma divertida. Embora tb tenha um pé no arquétipo Cara Comum.

Enfim, vamos encontrar este arquétipo presente em diversas marcas de artigos esportivos, parques de diversão, lojas de brinquedos e tudo que ajude as pessoas a se soltarem e se divertirem.




Arquétipo Bobo da Corte

Uma pessoa me pediu via facebook para escrever sobre este arquétipo. Isso faz meses e eu só vi agora pq o face tem uma pasta escondida chamada "outros" e é para lá que ele manda as mensagens de quem não é amigo. Desculpe a demora!
Charles Chaplin


As regras foram feitas para serem quebradas

O nome "Bobo da Corte" pode provocar um certo preconceito nas pessoas. Mas de bobo eles não tem nada! Lembram do bobo da corte dos reis e rainhas? Eles estavam lá para entreter a realeza, mas eram eles quem diziam " as verdades", de maneira brincalhona e irônica, quase sempre escapando de ir para guilhotina.
O bobo da corte é aquela pessoa que anima as festas, e que chega e diz ironicamente "nossa que planilha bem feita!", qdo a sua planilha está uma bagunça e na maioria das vezes todo mundo ri, e não acham ruim a crítica dele. Outras vezes ele passa apertado, como tem acontecido com o Rafinha Bastos e os seus diversos processos por falar demais.
Aliás,mesmo que não for bonito, ele vai fazer sucesso com as mulheres, pq ele sempre será o cara divertido, deixando as coisas mais leves.

Palhaço, malandro, crianças e todos que adoram bancar o bobo sendo espontâneos.São pessoas que tem fé de que podem ser elas mesmas e ainda assim serem mto queridas pelos outros. Diferente dos arquétipos do  Cara Comum e do Amante que exercem a autocensura para se encaixarem e serem aceitos.
Este arquétipo detesta estraga-prazeres, pessoas sérias demais e que não tem senso de humor. Um aspecto negativo que pode acontecer com o Bobo da Corte é ele brincar demais com as coisas e não levar nada a sério, nem refletir sobre nada.

São pessoas com raciocínio rápido - rápido no gatilho para falar as piadas e trollar as pessoas e situações - impulsivas e carismáticas.
Dave Grohl



Desejo básico: viver no momento presente, com alegria total.
Meta: divertir-se e alegrar o mundo.
Medo: aborrecer-se ou ser maçante com as pessoas.
Estratégia: brincar, fazer piadas, ser engraçado
Armadilha: só brincar e não fazer nada
Dom: alegria

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

O que impulsiona um ambiente criativo?

Sem liberdade, não há criação! Ótimo texto do Chocoladesign:
Quem trabalha com criatividade entende que existe uma distância razoável entre um ambiente ideal para a fluidez da sua criatividade, e o que temos como padrão de empresa formal.
Exercendo esse papel criativo, eu viajei nos extremos desses dois mundos em pouco tempo. E foi trabalhando noestúdio Cafundó que eu cheguei a seguinte conclusão: os grandes poderes da Liberté, Egálité e Fraternité trazem grandes responsabilidades – parafraseando o tio Ben com uma xícara de ideias iluministas de mais de 150 anos.
Esse post é sobre pessoas e ambientes criativos, com medidas que você pode (e deve!) tomar para fazer uma equipe bombar.

Poder da Liberté!

Sinta-se em casa. Não tão em casa ao ponto de andar de cueca por aí, obviamente, mas ao ponto de sentir-se livre para ser e agir. O sentimento de não estar enclausurado deixa a mente mais leve, livre e solta para voar pelos horizontes do criar. (oh!) Liberdade também para aumentar o seu conhecimento: ler, pesquisar, se inspirar; tudo isso faz parte de um processo de execução impecável.

O que facilita a liberdade?

Uma conexão a internet livre e sem bloqueios: Facebook, Twitter, Tumblr, porn, tudo liberado para todos.
Uma mesa de ping-pong: quando o job estressar, enquanto o software renderiza ou quando a vista começa a cansar, faça um esportezinho que lhe permita mexer o esqueleto, distrair a mente de preocupações, divertir-se e te dê o novo ânimo para lidar com o Windows travado.
Um horário compreensível e flexível: nosso horário, das 12h às 20h, encaixou como uma luva para a equipe. Dá pra atender cliente, fugir do trânsito, trabalhar sem intervalo de almoço e ainda enrolar um pouco mais na cama, ou ter um período para resolver a vida. Cada equipe tem seu ritmo e as suas necessidades, claro. Mas quando o horário entende as queixas da sua vida assalariada, vixe, é outro nível.

Poder da Égalité!

Sinta-se com o poder da palavra: interaja, dê feedback, peça feedbacks. Mas para isso, é preciso se cercar de pessoas experientes, positivas e de mente aberta. Não tenha medo de aprender com os outros, e não tenha medo de ensinar para os outros.
E não precisa ser fechado na sua área. Esta mescla de expertises pode, sim, ser muito positiva. Quando as pessoas estão dispostas a ouvir e a acrescentar o conhecimento dos outros, tudo flui melhor.

O que facilita o Poder da Égalité?

Um ambiente aberto: deixar todos sob o mesmo teto. Isso estimula a conversação, a troca de ideias e diminui a distância entre as pessoas.
Uma mesa sem baias: Apesar de tudo, baias são legais – quando você precisa se concentrar numa prática. Mas afinal, é para isso que existem fones de ouvido. Tem diversas soluções por aí: mesas com rodinhas, uma grande mesa redonda pra galera…
E acima de tudo, forçar uma cultura de conversação entre as pessoas.

Poder da Fraternité!

Sinta-se com a galera. Engajamento puro e espírito de equipe. A noção de responsabilidade coletiva – no sentido de que um vai cobrando o outro para que a coisa aconteça da melhor forma para os dois – é natural e positiva. Um deve ter confiança na capacidade e no prazo do outro, e assim se cria uma relação forte de trabalho.

O que estimula o Poder da Fraternité?

Um momento social: happy hour pode ajudar a diminuir a distância entre as pessoas e gerar vínculos mais efetivos. Apesar de serem esferas diferentes – a social e a profissional – nenhum ser humano vive só de uma ou só de outra.
Esses poderes só fazem sentido quando as pessoas deste ambiente tem a mente aberta, pois assim está disposto a aprender com o coleguinha.
E acima de tudo, esses poderes só geram resultados quando a máxima do tio Ben é alcançada.

Escrito por:

Lola de Assunção - Catarina de nascença, designer por formação e encantada por branding e cultura japonesa. Atua como brand connector do Cafundó Estúdio Criativo enquanto não está imaginando se marca fosse gente.